Morar de aluguel ou financiar um imóvel

Muitas pessoas quando iniciam sua carreira profissional, encontram o “amor de sua vida” ou simplesmente querem a independência, decidem sair da casa dos pais e aí partem para uma jornada independente. Nesta jornada se deparam com uma questão: morar de aluguel ou financiar um imóvel?

Provavelmente para a maioria das pessoas morar de aluguel é jogar dinheiro fora, afinal, é aquele dinheiro que não volta mais. Mas, vamos parar para pensar e ver se é realmente isto.
Vamos olhar as vantagens e desvantagens, tanto financeiras quanto não financeiras.

 

Vantagens ao morar de aluguel

 

 

  •  MAIOR MOBILIDADE: Hoje em dia o mercado está aquecido, o Brasil atingiu uma taxa de desemprego baixíssima e cada vez mais oportunidades surgem para os que batalham. Pense que ao morar de aluguel, na maioria das vezes você fica “preso” de um a três anos de contrato. Ou seja, passado este tempo, você pode sair para onde você quiser. Ou então você pode apenas pagar uma multa e sair. Com o mercado aquecido, você nunca sabe as oportunidades que podem surgir, hoje você trabalha na zona oeste de São Paulo, amanhã na zona sul, e depois pode aparecer uma oportunidade no Rio de Janeiro, ou até em outra região. A mobilidade seria muito menos trabalhosa. Você não precisaria se preocupar com a manutenção do seu apartamento, com a venda dele ou com o financiamento. Você simplesmente agarraria a oportunidade e se mudaria.

    Ainda falando de mudança mais fácil. Imagine que o bairro em que você alugou seu imóvel não era exatamente o que você pensava que fosse. Ou que os vizinhos sejam terríveis. Ao adquirir um imóvel, você terá muito mais trabalho para se mudar. Por diversos fatores. É comum ver imóveis que ficam meses até serem alugados ou vendidos, a liquidez depende muito da região. Além disso, você terá que lidar com uma papelada muito mais extensa, tanto se for alugar quanto se for vender.

     

  • MENOR CUSTO DE MANUTENÇÃO: Ao alugar um imóvel você tem que pagar o aluguel, muitas vezes o condomínio, mas as reformas são obrigações do dono do aluguel. Logo, se você precisa de algo a ser reformado, há duas opções: exigir que o dono do imóvel realize a reforma ou você realiza a reforma e recebe um desconto no seu aluguel.

     

  • FACILIDADE PARA GUARDAR: Dependendo do valor do aluguel, vale mais a pena você investir um dinheiro, para dar uma entrada maior em um imóvel e não pagar altas taxas de juros. Para se ter uma breve ideia, se você tomar R$69.000,00 para financiar um imóvel digamos por 20 anos, você terá que pagar de juros algo em torno de R$27.000,00. E estou considerando que você tomou apenas R$69.000,00, ou seja, você provavelmente tem MUITO dinheiro guardado para dar entrada em um imóvel. Afinal, um apartamento para um casal, de 50 a 60 metros quadrados, na região oeste de São Paulo, por exemplo, não sai por menos de R$300.000,00. Você teria R$231.000,00 para dar de entrada? Complicado, certo? Se para financiar R$69.000,00 você “perde” R$27.000,00, imagine para financiar R$100.000,00, R$200.000,00, os juros serão imensos. Pense novamente que você está adquirindo um imóvel, então, provavelmente é algum lugar para você passar um bom tempo morando com sua mulher ou família, então dificilmente você vai querer um lugar que não tenha o conforto necessário para se morar. Será que não vale a pena passar um tempo morando de aluguel em um local bacana e juntar dinheiro para dar entrada em um imóvel legal? Ou vale a pena a afobação de ter algo para si e financiar um imóvel “meia boca”? É algo para ser pensado com carinho.

     

  • PODE SER MAIS BARATO: Muitos imóveis já possuem parte de seus móveis inclusos, além disso, os defeitos que você encontrar podem te auxiliar na hora de negociar o aluguel, lhe permitindo um abono neste pelo menos por um período de tempo.

     

  • MENOR RISCO: Imóvel na planta? Oba! Sai mais barato, posso até obter lucro depois na venda, milhares de pessoas fazem isso, certo? Cuidado! Imóveis na planta são realmente muito mais baratos. Porém, você corre diversos riscos. Risco de atraso na entrega e toda sua programação ter que esperar; risco do imóvel vir com diversos defeitos, que não poderiam ser percebidos, afinal, você não tinha como vê-lo; risco inclusive da construtora ter problemas financeiros e não entregar o imóvel, é raro, mas pode ocorrer. Tome cuidado, pessoas que investem em imóveis nesta compra na planta e revenda não possuem a intenção de morar lá. Elas possuem apenas vontade de lucrar com o negócio. Não compre na planta apenas pensando nos benefícios financeiros que se pode ter. Comprar para morar, deve ser com a consciência de que está fazendo a escolha certa no âmbito pessoal, não financeiro.{/typogrpahy}

    Resumindo, o “fraco vínculo” existente no aluguel, é um grande facilitador para as pessoas, principalmente os mais jovens. Além disso, os juros pagos em um financiamento também fazem parte daquele “dinheiro que não volta mais”, logo, se você resolve morar de aluguel por alguns anos, o dinheiro “perdido” será abaixo do gasto em juros, e no final das contas, o resultado será próximo, ou até mais vantajoso. Vale a pena pensar e escolher um rumo, uma meta, para sua vida.

     

    {typography title_gray} Vantagens ao financiar

 

 

  •  TER ALGO SEU: Um imóvel, mesmo quando se desvaloriza, dificilmente tem seu valor zerado. Logo, ao adquiri-lo, por mais custos que possa lhe gerar, ao término da compra você tem um ativo. Sim, que gera despesas, deprecia com o tempo, mas ainda assim sempre terá um valor. Logo, você adquiriu um bem seu, que pode ser inclusive utilizado como garantia em outras ocasiões.

    Se você não é jovem, já possui uma família e quer ter o conforto de dar aos seus filhos uma residência fixa, não há muito o que se discutir, o financiamento é muito provavelmente a escolha certa a ser feita. Desde que bem planejado, você poderá dar a sua família o lar tranquilo e um local fixo para ficar, chamar de seu e fazer alterações que quiser sem necessitar do aval de ninguém.

     

  • VALORIZAÇÃO: A sorte pode estar do seu lado! Caso você queira vendê-lo no futuro, o imóvel pode sofrer valorização, ao invés de desvalorização, e esta valorização pode superar outros investimentos que você poderia ter feito. Claro, isso depende muito do mercado imobiliário, do local onde o imóvel foi comprado, mas existe a possibilidade, e não é pouca.

     

  • POUCOS RISCOS: Se você resolver se mudar, há a chance de repassar o financiamento para outra pessoa, recuperando seus gastos, ou ao menos parte deles.

     

  • FINANCIAMENTOS POPULARES: Para quem não busca muito luxo, vale a pena conferir. São imóveis mais simples, mas que podem lhe agradar e a taxa de juros é bem abaixo a do mercado. Vale a pena checar alguns bancos, principalmente os estatais, e verificar os imóveis que possuem este financiamento mais barato.

     

  • POUCAS ALTERAÇÕES CONTRATUAIS: Fazendo o planejamento correto, você sabe o final que terá. O contrato de um financiamento, diferente do aluguel, não se alterará a cada 3 anos. Basta você se planejar e você conquistará um dos grandes sonhos brasileiros.

    O que fica claro aqui, é que ao financiar um imóvel, se você se planejar, escolher o local certo, o melhor financiamento e estiver atrás de se estabilizar em um local, a escolha é certeira. E como uma vantagem clara sobre o aluguel, aqui, ao término do contrato, você tem um bem que pode ser um grande facilitador em outros contratos a serem feitos.

 

 

Como escolher a melhor opção

 

 Apesar de serem citados uma grande quantidade de exemplos que demonstram que o aluguel pode ser uma boa opção se comparado com financiamentos, a escolha não é tão simples: os exemplos utilizados são somente para acabar com a crença de que o aluguel é dinheiro jogado fora. Mesmo quando se pondera somente a questão financeira envolvida no negócio, não tem como prever o melhor a ser feito, sem que haja uma análise do que é mais conveniente de acordo com a situação. Há muito o que se considerar: valorização e desvalorização do imóvel, preço do aluguel, plano de carreira, estrutura familiar, entre outras coisas. Por isso, não pense, assim como é comum ouvir por aí: “que burrice ele está fazendo nessa de alugar um imóvel, com esse valor que ele paga eu financiaria um” ou então “alugar é muito melhor, essas pessoas não fazem os cálculos corretos e depois ficam se enroscando em dívidas”. Em ambos os casos é facilmente comprovável as falácias presentes nas frases, uma vez que deve-se levar em consideração caso por caso. Fazer esta escolha não é fácil. Reflita bem e se tiver dúvidas na escolha, nos escreva, podemos te auxiliar: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

 

sicak video

film izle

sicak video

Film izle

film izle