Dicas para conseguir poupar

como-pouparGuardar dinheiro não é tarefa fácil, envolve muita disciplina, autocontrole e compromisso. Significa não se deixar levar por impulsos e conseguir planejar em um mundo que estimula o consumo, oferece crédito fácil e opções tentadoras o tempo todo.

Parcelar compras no cartão de crédito e se comprometer com financiamentos de longo prazo podem parecer o caminho mais fácil para realizar sonhos de consumo. No entanto, embora sair de uma loja com suas compras em mãos ou dirigir um carro novo sejam momentos de grande prazer, sem planejamento, estas conquistas podem esconder armadilhas que levam ao endividamento.

Conseguir se planejar e poupar, embora não seja o caminho mais simples, pois envolve adiar o consumo e abrir mão de um prazer ou utilidade imediata, é a forma mais efetiva de conseguir concretizar objetivos de vida sem dores de cabeça.
Veja aqui algumas dicas para conseguir poupar:

  •  ANOTE SEUS GASTOS: Para reduzir suas despesas e começar a economizar o primeiro passo é anotar TODOS os gastos do mês, inclusive as pequenas despesas. Você pode anotar no telefone, em uma planilha no computador ou até mesmo em um caderno, o importante é anotar!
  •  QUANTO MAIS VOCÊ POUPA MAIS VOCÊ GANHA: Poupar não significa apenas guardar dinheiro. Quando você poupa, você não guarda este dinheiro em um cofre, você o investe, seja na poupança, ou em qualquer outro mecanismo. Investimentos não são apenas uma forma de guardar dinheiro, são também uma forma de PRODUZIR dinheiro. Pense assim, se você tem 10.000 reais na poupança, em um ano este dinheiro terá lhe rendido por si só algo em torno de 525 reais. No entanto, se você tiver 100.000 reais, a poupança sozinha terá lhe rendido 5.250 reais, ou seja, quanto mais você conseguir investir, mais dinheiro será produzido, logo, cada real é importante.
  •  CORTE GASTOS DESNECESSÁRIOS: Tendo em mãos a lista de gastos é preciso identificar quais são os gastos estritamente necessários e quais são os gastos supérfluos (despesas desnecessárias ou que não são prioridade). Esta visão de como o dinheiro tem sido empregado é fundamental para identificar que despesas são gastos à toa ou luxos que podem ser cortados.
  •  TENHA UM OBJETIVO: Tenha em mente um objetivo, algo que você quer muito conquistar em curto, médio ou longo prazo. Esta meta será um motivador importante e deve valer o sacrifício de abrir mãos de alguns pequenos luxos cotidianos para a sua concretização. É preciso visualizar cada centavo economizado como uma parte do que você almeja, cada real é uma parte do seu novo automóvel, da sua nova casa, da sua viagem, do seu computador, etc. Planeje, pesquise, veja quanto seu objetivo custa, quanto você precisa economizar e qual deve ser o caminho para chegar nele.
  •  ESTABELEÇA METAS: Com base nos seus objetivos, estipule um valor a ser poupado, calcule quanto você precisaria juntar por mês e por quanto tempo até atingir sua meta, claro que tudo dependerá de sua renda, objetivos, gastos, etc. Os economistas estipulam que pessoas que possuem muitas despesas fixas (aluguel, faculdade, transporte, etc.) com algum esforço conseguem reduzir as outras despesas e economizar entre 10 e 15 por cento do que ganham por mês. Já aqueles que têm menos gastos fixos conseguem economizar ainda mais.
  •  MONITORE SEUS GASTOS: Acompanhe seus gastos ao longo do mês, consulte sua conta, fique de olho em quanto você já gastou e pense nas despesas que ainda irão aparecer, assim fica mais fácil não ser pego desprevenido. Elabore um plano de enxugamento de gastos sempre que perceber que está ficando apertado manter a sua reserva. Evite passar meses sem economizar dinheiro, isto só vai adiar seus planos e te desestimular a continuar poupando.
  •  COMPRE APENAS O NECESSÁRIO: Antes entrar em uma loja ou comprar alguma coisa, se pergunte se aquilo realmente é necessário. Evite locais e situações que incentivem o consumo como Shopping Center, vitrines, sites de lojas, e-mails de ofertas, catálogos de produtos, sites de compras coletivas, etc. Não compre algo só porque está mais barato ou em oferta, compre apenas se você realmente precisa e vai usar. Antes de ir ao supermercado faça uma lista do que precisa e evite comprar coisas que não estão na lista. E fica uma dica: vá ao supermercado depois de já ter realizado uma boa refeição, pesquisas indicam que desta forma você fica menos tentado a sair comprando tudo que vê pela frente.
  •  SE DIVIRTA COM MENOS: O lazer não está só no cinema, shopping ou balada. Pense em outros programas considerados mais tranqüilos como reunir seus amigos em casa, assistir um filme com a família, passear no parque, fazer caminhadas pela cidade, jogar um jogo de tabuleiro, etc. Que tal ao invés de ir a um restaurante você procurar fazer um prato diferente em sua casa? Esta pode ser uma atividade divertida e de lazer quando tem mais de uma pessoa participando. Procure programas agradáveis e que geram menos gastos.
  • TORNE A POUPANÇA UM HÁBITO REGULAR: Quando você conseguir alcançar seu objetivo de consumo, estabeleça novos objetivos e continue a poupar. Construir reservas deve ser um hábito cotidiano e fazer parte da construção do seu futuro, não importa a sua idade.

 

O textos da seção Educação Financeira são uma iniciativa do grupo Nossa Saúde Financeira
  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
 

 

sicak video

film izle

sicak video

Film izle

film izle