Xenofobia e Bairrismo

crimesdeodio-xenofobiaA xenofobia é uma forma de discriminação social que consiste na aversão a diferentes culturas e nacionalidades. Considerada como crime de ódio, a xenofobia mostra-se através da humilhação, constrangimento, agressão física e moral àquele que não é natural do lugar do agressor. Ela pode acontecer nos mais variados ambientes e nas mais variadas situações. Uma vez que generaliza e diminui moralmente um determinado grupo, tal forma de discriminação apresenta caráter coletivo mesmo quando dirigida a uma única pessoa. No Brasil, em determinadas ocasiões, esse tipo de preconceito é chamado de Bairrismo (apego extremado a um determinado local e sua cultura).
A xenofobia pode estar relacionada a outros tipos de preconceitos como o racismo e a discriminação de classe social. Dessa maneira, imigrantes e indivíduos com diferentes hábitos culturais são, muitas vezes, desrespeitados devido a suas características físicas, sotaques e condições sócio-econômicas.
É comum a vítima sentir-se pressionada a abandonar o lugar por causa de atitudes hostis dos discriminadores. Todavia, a proteção de todos, independente de procedência nacional é um direito de todo ser humano, expresso inclusive na legislação brasileira que determina punição a qualquer indivíduo que praticar atos discriminatórios nos níveis culturais e regionais. Clique aqui para conhecer a lei anti-discriminação e sua cobertura em diferentes situações.


ATENÇÃO: A agressão e desrespeito a pessoas de diferentes regiões do mesmo país também são consideradas crimes de ódios. O termo técnico usado para tal discriminação ainda não foi estabelecido, já que xenofobia, teoricamente, é a aversão apenas a estrangeiros (em certas ocasiões esse preconceito é nomeado como bairrismo, porém essa não é uma nomeação técnica). A ocorrência da segregação e desrespeito a pessoas do próprio país - provindas de diferentes regiões - é freqüente. Esse tipo de desmoralização, fruto de preconceito cultural e etnocentrismo, é grave e deve ser denunciada.

 

 

Como identificar

Muitas vezes o preconceito não é mostrado claramente, podendo parecer uma espécie de brincadeira, porém é de essencial importância entender a atitude xenófoba como uma séria ofensa, mesmo quando não realizada de forma direta.

O agressor:

  •  faz comentários desrespeitosos sobre o povo, a cultura e o local em questão;
  •  busca inferiorizar os costumes, as tradições e as pessoas;
  •  ridiculariza o sotaque da vítima;
  •  acusa o imigrante de atrapalhar a vida no local em que hoje mora;
  •  ironiza o tipo físico do imigrante;
  •  compara seu local de origem com o da vítima, ridicularizando-a;
  • considera a vítima inferior intelectualmente devido à sua cultura;

Como denunciar a Xenofobia e o Bairrismo

Ao denunciar, é preciso deixar clara a gravidade do assunto, não deixando espaço para dúvidas quanto ao conteúdo ofensivo. É necessário tomar nota da situação e da agressão, assim como do local, das testemunhas e do agressor. É importante ter certeza da colaboração das testemunhas em um futuro processo judicial. É fundamental a exigência da realização de um Boletim de Ocorrência e também, em casos de agressão física, de um Exame de Corpo de Delito (nesse caso, não troque de roupas nem lave os machucados, já que estes constituem provas da agressão).
Além de ser um direito, é dever de todo cidadão denunciar esse tipo de ocorrência. Através da denúncia protege-se não apenas uma vítima, mas todo um grupo que futuramente poderia ser atacado.

Endereços na cidade de São Paulo especializados nesse tipo de denúncia:
  •  Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI)
    Rua Brigadeiro Tobias, 527 – 3º andar Luz – SP
    Tel: (11) 3311-3556/3315-0151 – Ramal 248
  •  Defensoria Pública do Estado de São Paulo
    Núcleo Especializado de Cidadania e Direitos Humanos
    Rua Boa Vista nº 103, 11º andar.
    Centro - São Paulo (SP) CEP: 01014-001
    Telefone: (11) 3101-0155 – Ramal 135
    Correio eletrônico: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
  • Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado
    Pátio do Colégio, 148 – Térreo – Centro – São Paulo
    Tel: (11) 3291-2621

Os estrangeiros que quiserem procurar ajuda e orientação de pessoas de sua mesma nacionalidade, podem procurar os Consulados de seu país. Clique aqui para ver uma lista de Consulados em SP.

 

 

sicak video

film izle

sicak video

Film izle

film izle